Quinta-feira, 4 de Fevereiro de 2010
VIVA A ENERGIA VERDE>>>>European Renewable Energies Transfer System na SERTÃ perto de Vila De Rei, Proença A Nova, Mação , Gavião , Oleiros e Castelo Branco.
SERTÃ – As energias renováveis e o concelho sertaginense PDF Imprimir e-mail
03-Fev-2010

<input ... >A Casa da Cultura da Sertã continua a acolher a conferência de lançamento do projecto europeu Renewable Energies Transfer System (RETS).
Já durante esta tarde, coube a José Farinha Nunes, presidente da Câmara Municipal da Sertã, falar das potencialidades do concelho em termos de energias renováveis e lembrou "a liderança histórica que este concelho tem na região e a sua experiência neste âmbito desde a década de 50 do século passado". O autarca falava da construção das Barragens de Castelo de Bode em 1951, do Cabril em 1954 e da Bouçã em 1955, as quais são responsáveis pela produção de 400, 300 e 150 GWh/ano, respectivamente. Com a Barragem de Castelo de Bode em território sertaginense, foi com orgulho que este autarca confirmou que "a nossa região é a principal fonte de água potável que abastece Lisboa".
As preocupações nesta matéria são assim longínquas o que faz com que "produzamos mais energia o que aquela que consumimos", confirmou o edil.
A Sertã pretende igualmente "difundir pela região a sua experiência, dinamizar o crescimento económico e ter papel decisivo na pegada do Carbono zero, bem como consumir cada vez menos energias fósseis e aproveitar os recursos naturais como sendo o sol, a água, o vento, entre outros", referiu José Nunes.
Além das barragens, o concelho possui também um Parque Eólico com 26 aerogeradores, o qual se iniciou em 2004 e que está ainda em expansão e a Central de Biomassa da Palser que está em fase de testes. "Produzimos quase todos os tipos de energia limpa", reforçou o edil que falou ainda da microgeração, ainda em projecto.
Coube a Alzira Serrasqueiro, Governadora Civil do Distrito de Castelo Branco, encerrar os trabalhos da manhã e dar conta do que tem sido feito no distrito em termos de energia renovável. Mas antes, a governadora reportou-se a um artigo do jornal Le Monde para falar da contradição que existe entre preservação do <input ... >ambiente e consumismo. "Por um lado o ambiente é centro de preocupações e por outro não queremos prescindir de nada", disse. É por isso que, de acordo com Alzira Serrasqueiro este tema "desperta paixões" e "é o maior desafio para a nossa geração". A primeira mensagem da sua intervenção foi assim no sentido de "termos que olhar a médio prazo e investir fortemente nesta área", confessando-se orgulhosa na medida em que as energias renováveis estão bem implementadas no Distrito. Reportando-se a meados de século passado refeririu as construções das Barragens de Castelo de Bode, da Bouçã e do Cabril. Nos últimos 10 anos o distrito de Castelo Branco foi pioneiro em produção de energia eólica nos concelhos de Vila Velha de Ródão, Oleiros, Sertã e Castelo Branco. Alzira Serrasqueiro fez assim a ponte para os tempos actuais para falar da Central de Biomassa na Sertã e para dizer que a floresta assume um papel preponderante.
A referência à utilização de energia renovável dos novos Paços do Concelho de Proença-a-Nova e da Piscina Coberta da Sertã foi óbvia e a Governadora não quis deixar passar em claro a utilização da Energia Geotérmica no Lar do Castelo, concelho da Sertã. Em jeito de brincadeira acrescentou que "só falta mesmo o mar por perto para se dele tirar também partido".
A terminar deixou a outra mensagem, a de que "sejam utilizadas cada vez mais as energias renováveis as quais têm um menor impacto a nível ambiental" e que o distrito, "apesar de estar bem lançado nesta matéria não vai baixar os braços".

SERTÃ – Cooperação entre parceiros apoiada pelo governo PDF Imprimir e-mail
04-Fev-2010
<input ... >O lançamento do projecto europeu Renewable Energies Transfer System (RETS) decorreu ontem na Sertã, na Casa da Cultura, na presença de mais de 150 pessoas ligadas ao sector das energias renováveis de toda a Europa, entre eles os 12 parceiros nacionais e internacionais deste projecto.
Os tempos actuais são complexos e de particular desafio. José Carlos Zorrinho, secretário de Estado da Energia e Inovação esteve presente no encerramento do dias de trabalhos e veio à Sertã dizer que “as energias renováveis são uma das soluções de futuro para o país sair da crise”, na medida em que “somos todos desafiados a construiu um novo modelo económico” baseado num “esforço individual e em comunidades fortes com coesão territorial, diversidade e capacidade de colaborar em rede, percebendo que os recursos que temos são para ser todos utilizados”, referiu o membro do Governo.
O momento é assim de oportunidades de desenvolvimento para o país e de acordo com o governante Portugal pode ser líder em termos de energias renováveis. A cooperação entre regiões é importante e o RETS vem sublinhar este aspecto, reforçou José Carlos Zorrinho, que apelou à “inteligência dos intervenientes para juntar produções”. O momento é por isso de viragem e há que saber tirar partido disso, lembrando a futura barragem do Alvito que será instalada na região.
O objectivo principal é melhorar os conhecimentos e as competências dos responsáveis políticos locais e regionais em matéria de energias renováveis, de modo a facilitar a concretização de estratégias coerentes e com impactes económicos positivos.
 
Foi tirado do http://www.radiocondestavel.pt/site/ 
publicado por Verde Pinho às 16:02
link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De J.martins a 11 de Fevereiro de 2010 às 17:13
Isto é que vai aqui uma democracia? Para governar Portugal como no tempo do Salazar! A receita é fácil , basta ter um PRIMEIRO MINISTRO que é bom orador como HITLER, com a palavra fácil e um grande CÃO MAU COMO O BULL DOG no topo do sistema judiciário para se proteger e destruir tudo do que o dono não gosta e sem dar contas a minguem.

Comentar post

.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Agosto 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
.links da zona
.arquivos

. Agosto 2011

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Setembro 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

blogs SAPO
blogs SAPO
.subscrever feeds